JAQUELINE KALBERMATTER


Sou Jaqueline, mãe do Samuel (meu anjo azul) e da Emilly, casada com Herber. Sou enfermeira, Mestre em saúde pública. Até ter meus filhos trabalhei em uma Instituição de saúde mental, o que mudou completamente o meu olhar para com aqueles que haviam necessidades especiais, consegui ver o potencial que eles tinham e que tudo começava com a quebra de preconceitos e com a aquisição de conhecimento!

Quando Samuel estava com 8 meses comecei a observar um atraso motor, e a partir daí começaram as minhas buscas por respostas, levei em varios especialistas, porém sempre o que ouvia era que cada criança tinha o seu tempo. Samuel sempre foi muito dócil, sempre demonstrou empatia até mesmo com quem não conhecia, ama se socializar, sempre procurou estar com outras crianças, brincava com seus brinquedos da forma correta, então tudo isso dificultou o diagnóstico ( apesar que como mãe e que convivia mais de perto sentia que algo não estava certo) por isso desde cedo solicitava dos pediatras encaminhamentos para fisioterapia, psicologia e fonoaudiologia o que ajudou muito no seu desenvolvimento mesmo não sendo o tratamento específico para TEA.

Somente na alfabetização é que os sinais ficaram mais claros e então foi pedido o teste neuropsicológico e o resultado foi que meu filho estava no espectro autista nível leve, a partir daí começamos a correr atrás das terapias especializadas e de conhecimento também.

Hoje Samuel com as terapias está se desenvolvendo muito bem, sempre estudou na rede regular de ensino o que é muito importante para sua socialização além de ser um ambiente muito rico em estímulos.

Confiamos muito em Deus e temos a certeza que Ele está guiando os passos do Samuel e irá nos capacitar como pais nesta caminhada.

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *